Avançar para o conteúdo principal

As tralhas que utilizo para treinar em casa

Olá a todos,

Hoje e por sugestão de uma das 5 pessoas que acompanham o meu blog, decidi apresentar-vos as mais importantes tralhas que utilizo regularmente nos meus treinos caseiros. 

Barra para elevações:

Assim que comecei a treinar mais seriamente em casa esta foi uma das primeiras aquisições. Utilizo para fazer elevações de braços e alguns exercícios para o treino de abdominais (nos próximos posts irei partilhar convosco alguns exercícios que costumo fazer). Como podem ver tem várias pegas sendo que para utilizar as mais laterais é preferível colocar a barra uma porta mais larga. Esta barra adapta-se a qualquer porta e é uma excelente ferramenta para rentabilizar o treino com o peso do corpo. É feita de um material muito leve e resistente e as pegas são revestidas com um tipo de esponja que torna o treino muito confortável. Penso que esta foi comprada no Jumbo e custou cerca de 40 EUR. Tem valido cada cêntimo!







Corda para saltar: 

Para quem treina em casa ou pensa vir a treinar, esta é mais uma ferramenta importante. Saltar à corda parece uma brincadeira de crianças mas a verdade é que é um excelente exercício cardiorrespiratório muito popular no mundo do Box. Costumo saltar à corda quando o tempo na rua não está bom para correr ou quando enfardei queijo e chouriço com fartura e quero queimar uma boa quantidade de calorias sem sair de casa. Esta corda foi comprada na Decathlon e é mesmo muito barata (já não sei quanto custou) pelo que é também um óptimo investimento! 










Aqui estão dois dos materiais que utilizo praticamente todas as semanas para treinar abdominais. Não costumo fazer aqueles abdominais mais comuns pelo que dou especial atenção a exercícios como as pranchas e outros utilizando estes apetrechos (um destes dias vou partilhar a minha rotina de treino de abdominais). A rodinha que está na foto foi comprada na Primark enquanto que as placas que podem encaixar uma na outra formando uma única placa foram compradas no Lidl penso que a 6 e 8 EUR respectivamente. As placas deslizam em qualquer carpete ou alcatifa que tenham por casa, sendo que normalmente utilizo-as encaixadas para fazer o seguinte exercício: em posição de prancha como se fossemos fazer flexões e com os um pé apoiado em cada placa, deslizam-se os pés na direcção das mãos e volta-se depois lentamente à posição inicial. Trata-se de um exercício que deve ser feito de forma lenta e controlada e não como se estivéssemos a correr os 100 metros. Costumo fazer 5 séries de cerca de 10 repetições mas quem estiver a começar pode fazer apenas 3 ou 4 séries com menos repetições e depois ir aumentando gradualmente. Estes materiais costumam vir acompanhados com um manual de instruções com vários exercícios que podem ser feitos e a melhor forma de os fazer. Não se esqueçam que é sempre importante consultar o médico antes de começar a praticar qualquer actividade física.


Fitas Strap Training

Apresento-vos agora o meu o meu conjunto de fitas Strap Training. Estas fitas prendem-se em qualquer porta e permitem fazer exercícios para trabalhar praticamente todos os músculos do corpo. Utilizo preferencialmente para treino de abdominais, peitorais e costas. Sei que este foi comprado na Decathlon mas não sei o preço porque foi um presente. A variedade de exercícios que podem ser feitos com este material é tanta que dava para escrever um livro inteiro (um dia destes partilho alguns vídeos de exercícios que faço). Veio com uma manual e com informação de um site com vídeos de exemplos de exercícios que podem fazer. Recebi este exemplar no Natal pelo que desde aí que o tenho incluído nos meus treinos. Quem já viu ou leu as 50 Sombras de Grey pode utilizar isto para outro tipo de exercícios que não irei partilhar...







Halteres ou neste caso, haltere:

Como não podia deixar de ser também tenho alguns pesos. Treinar com o peso do próprio corpo é muito bom mas ter por casa alguns pesos extra é muito útil. Este haltere permite ajustar o peso que pode variar entre 2 (só com a barra) e os 10 kg ajustando-se quer a treinos de iniciantes quer a treinos mais avançados. Por vezes, em alguns exercícios que requerem pouco peso, utilizo apenas um disco em cada mão. Quem não quiser ocupar espaço em casa com pesos, pode utilizar um saco cheio de compras, garrafas ou garrafões de água, um animal de estimação ou um bebé.








Estão apresentados os meus principais companheiros de treino que prontamente se disponibilizaram de forma gratuita para a sessão fotográfica.

Espero que tenham gostado da alteração que fiz ao layout do blog e se gostaram deste post comentem e partilhem. Não se esqueçam de subscrever para poderem receber todas as novidades por email.

Podem também acompanhar-me no Instagram (rafafit_gomes).

Saudações proteicas! 


          

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Comprei uma SmartBand: prós e contras

Olá a todos,
    Durante os meus treinos de corrida já costumo utilizar uma aplicação de monitorização (Sports Tracker) que mede a distância por GPS, a velocidade média e instantânea e faz também uma estimativa da quantidade de calorias gastas entrando em linha de conta com o peso, idade e altura que definimos na aplicação. Para além disso, a aplicação também permite fazer a monitorização da frequência cardíaca desde que associada a uma banda cardíaca ligada ao Smartphone através de Bluetooth. 
   Por curiosidade e também para tentar fazer treinos mais produtivos pesquisei algumas alternativas para controlar a frequência cardíaca como relógios de desporto com e sem GPS integrado, bandas cardíacas Bluetooth para ligar ao Smartphone, Smart Watches e SmartBands tendo tirado as seguintes conclusões:
As bandas cardíacas com Bluetooth são o equipamento mais preciso para medir a frequência cardíaca durante o treino mas como têm que se colocar à volta do peito considero-as um pouco descon…

Para o infinito e mais além!

Para o infinito e mais além! Já dizia o grande filósofo Buzz Lightyear em Toy Story.

Não tenho treinado tanto quando deveria e gostaria mas, na tentativa de conciliar o meu programa de treino com a minha nova vida de empresário, hoje foi dia de pernas (100m de sprint, agachamentos e lunges num total de 4 séries).

Não parece muito difícil mas acreditem que dá para ter umas boas experiências de quase morte, daquelas em que vemos a nossa vida toda a passar à frente dos olhos e que nos fazem repensar bem o que queremos para nós. (Sei que neste momento os leitores que estavam a pensar começar a fazer exercício já desistiram porque a verdade é que deve ser bem melhor morrer deitado no sofá!).

Se forem da zona de Viseu ou se passarem por cá e quiserem experimentar digam alguma coisa!

A verdade é que para estar em forma não é preciso treinar muito mas é sem dúvida preciso treinar bem. Eu pessoalmente costumo fazer 3 ou 4 treinos por semana com duração que pode variar entre os 20 e os 40 minut…

Um update da minha vida!

Olá família proteica!

Não fiquem assustados porque não é nenhuma alma penada que está a escrever este post. Embora não dê notícias há algum tempo, ainda não faleci e encontro-me de boa saúde.

É só pedir!
Para quem não sabe, regressei à minha terra natal (Mangualde) no final de 2017, após 11 anos a morar em Lisboa, onde me licenciei em Medicina Nuclear e trabalhei na área da Banca durante cerca de 5 anos.

Para quem tem curiosidade em perceber melhor esta mudança repentina basta ler o post no link.

Se mudar pequenas coisas já custa, mudar completamente de vida custa ainda mais, mesmo que seja para melhor.

Sempre tive o sonho que criar o meu próprio emprego e poder um dia dar emprego a outras pessoas mas era uma ideia que estava apenas na minha cabeça de forma muito pouco concreta.

Assim que regressei comecei a procurar emprego aqui na zona de Mangualde, Viseu e arredores sempre com a ideia de que não voltaria a trabalhar em algo que me fizesse mal como me fez trabalhar durante 5 anos em …