Avançar para o conteúdo principal

Comprei uma SmartBand: prós e contras

    Olá a todos,

    Durante os meus treinos de corrida já costumo utilizar uma aplicação de monitorização (Sports Tracker) que mede a distância por GPS, a velocidade média e instantânea e faz também uma estimativa da quantidade de calorias gastas entrando em linha de conta com o peso, idade e altura que definimos na aplicação. Para além disso, a aplicação também permite fazer a monitorização da frequência cardíaca desde que associada a uma banda cardíaca ligada ao Smartphone através de Bluetooth. 

   Por curiosidade e também para tentar fazer treinos mais produtivos pesquisei algumas alternativas para controlar a frequência cardíaca como relógios de desporto com e sem GPS integrado, bandas cardíacas Bluetooth para ligar ao Smartphone, Smart Watches e SmartBands tendo tirado as seguintes conclusões:

  • As bandas cardíacas com Bluetooth são o equipamento mais preciso para medir a frequência cardíaca durante o treino mas como têm que se colocar à volta do peito considero-as um pouco desconfortáveis, principalmente para corridas mais longas em dias de calor. A mais barata que encontrei foi na Decathlon por cerca de 40 EUR que considero um valor elevado para quem faz treinos de corrida apenas uma ou duas vezes por semana, até porque a precisão deste tipo de bandas não é a melhor noutros tipos de treino com outros movimentos em que os eléctrodos perdem o contacto com a pele e a medição é interrompida. 
  • Os relógios dedicados ao desporto são também uma opção mas são muito caros e servem apenas para ver as horas e monitorizar os treinos. Podem ter ou não GPS integrado e fazer a medição da frequência cardíaca directamente no pulso (mais caros) ou recorrendo também a uma banda cardíaca ligada por Bluetooth ou Ant+ (mais baratos). Para mim esta opção também ficou de parte porque para medir a distância prefiro utilizar o Smartphone que levo comigo mantendo-me contactável caso haja algum problema uma vez que corro sozinho. Correr com o smartphone, relógio e banda cardíaca também está fora de questão porque fico a parecer um homem bomba e os relógios que medem a frequência cardíaca directamente no pulso são muito caros, nunca abaixo de 200 EUR.
  • Os Smart Watches podem ser uma boa opção mas são também bastante caros principalmente se tiverem GPS integrado, medidor de frequência cardíaca e funcionarem de forma independente do smartphone para mensagens, chamadas etc.
    Depois de analisar as conclusões acima, decidi há cerca de 10 dias comprar uma SmartBand. Já tinha feito algumas pesquisas na internet mas acabou por ser uma compra por impulso numa visita à Box do Jumbo.

    Comprei uma smart band  de uma marca comercializada pelo grupo Auchan que é a Qilive. Já tinha tido uma experiência com a primeira versão desta SmartBand que acabei por devolver porque como não tinha display não tinha grande utilidade só sendo possível aceder aos dados (números de passos, calorias gastas e monitorização do sono) sincronizando com o Smartphone. Para além disso considerei que as medições não eram nada precisas.

    Comprei então a Qilive Q.4954 que já utilizo há 10 dias pelo que decidi apresentar-vos aqui uma review. Como eles não me pagaram nada para fazer isto vou ser sincero!

  • Custou 49,99 EUR;
  • Tem uma bracelete ajustável de um silicone muito confortável (quase nem se sente no pulso); 
  • Tem um pequeno display OLED perfeitamente visível mesmo com a incidência de luz directa do sol;
  • Tem um LED de notificação com as cores azul claro, azul escuro, verde, amarelo e vermelho;
  • Tem um botão touch muito sensível para navegar nos ecrãs, limpar as notificações e activar a opção de medição de frequência cardíaca;
  • Mede os passos, e faz uma estimativa da distância percorrida bem como das calorias gastas;
  •  Mede a frequência cardíaca em modo contínuo (muito útil para durante o exercício. Opção activada manualmente na própria SmartBand) e permite fazer medições pontuais durante o dia de forma manual ou automática permitindo-nos escolher com que frequência pretendemos que sejam feitas as medições;
  •  Tem uma aplicação gratuita disponível para download no Google Play ou na App Store que se pode ir sincronizando de modo a termos informações acerca das medições feitas;
  • Se dormirmos com a SmartBand e tivermos a opção activa, é feita também a monitorização do sono onde serão dadas informações acerca do tempo de sono leve, sono pesado, tempo para adormecer, tempo para acordar e qualidade global do sono;
  • É resistente à água e poeira de acordo com a norma IP 67 pelo que podem andar a treinar à chuva, levá-la para a praia ou para o banho sem qualquer problema;
  • Tem uma bateria que carrega em cerca de 2 horas e dura muito tempo. Com uso diário carreguei no dia em que a comprei e só voltei a carregar hoje (10 dias depois);
  • Dá para ver as horas sendo que tem um sistema que liga o  display quando se faz o movimento do braço para olhar para ele.
  • Quando ligada ao smartphone apresenta notificações que podem ser configuradas através da aplicação.
    Depois destes 10 dias de teste e como nem tudo são vantagens, apresento-vos aqui algumas desvantagens/problemas que encontrei:

  • O display não é protegido por Gorilla Glass pelo que é frágil. Têm que ter cuidado para não o partir ou riscar (já fiz um risco durante um treino e nem dei conta);
  • Já tive alguns problemas com a ligação Bluetooth até porque desligo a pulseira do Smartphone durante a noite e por vezes não volta a ligar logo à primeira na manhã do dia seguinte. Normalmente tenho que desemparelhar e voltar a emparelhar;
  • Já bloqueou uma vez e esteve a vibrar sem parar durante alguns minutos até ter reiniciado sozinha tendo resolvido o problema;
  • Durante um treino de corrida em que estava a medir a frequência cardíaca de forma contínua deixou de medir, provavelmente devido ao suor acumulado entre o sensor e o braço situação que ficou resolvida com uma pequena limpeza.

    De forma global estou muito satisfeito com a SmartBand que tenho utilizado todos os dias e em praticamente todos os treinos. Se tiverem alguma questão ou sugestão deixem nos comentários, na página do facebook do Blog Rico em Proteína   ou no meu Instagram.

    Não se esqueçam que é importante que partilhem este post com os vossos amigos.

    Saudações proteicas!




    

Comentários

  1. B.tarde. Comprei ontem, 17 Agosto, a smartband a que faz referência qilive 4954 e não consegui encontrar a app... seria possível pf indicar o nome dela ou de outra aplicação que eu possa usar? Com os meus cumprimentos e agradecimentos. Emília Reis

    ResponderEliminar
  2. Muito boa noite. Peço desculpa pelo atraso na resposta. De facto estive a simular o download da App e não a consegui encontrar. No manual de instruções da Smartband está disponível um código QR. Utilizando por exemplo a App no link https://play.google.com/store/apps/details?id=com.google.zxing.client.android&hl=pt_PT (Barcode Scanner) vai ser encaminhada diretamente para a App para que possa fazer o download. Se utilizar iphone certamente também tem disponíveis aplicações para ler o código que está no manual de instruções. Foi uma dificuldade que eu não notei porque instalei logo pelo código mas poderá ser pertinente acrescentar ao artigo para caso mais alguém tenha dificuldade. Espero ter ajudado e se tiver mais alguma questão não hesite. Cumprimentos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Um update da minha vida!

Olá família proteica!

Não fiquem assustados porque não é nenhuma alma penada que está a escrever este post. Embora não dê notícias há algum tempo, ainda não faleci e encontro-me de boa saúde.

É só pedir!
Para quem não sabe, regressei à minha terra natal (Mangualde) no final de 2017, após 11 anos a morar em Lisboa, onde me licenciei em Medicina Nuclear e trabalhei na área da Banca durante cerca de 5 anos.

Para quem tem curiosidade em perceber melhor esta mudança repentina basta ler o post no link.

Se mudar pequenas coisas já custa, mudar completamente de vida custa ainda mais, mesmo que seja para melhor.

Sempre tive o sonho que criar o meu próprio emprego e poder um dia dar emprego a outras pessoas mas era uma ideia que estava apenas na minha cabeça de forma muito pouco concreta.

Assim que regressei comecei a procurar emprego aqui na zona de Mangualde, Viseu e arredores sempre com a ideia de que não voltaria a trabalhar em algo que me fizesse mal como me fez trabalhar durante 5 anos em …

Era uma vez uma parceira de treino chamada gripe

Olá a todos,

Sei que já há algum tempo que não dou notícias nem aqui nem na página do facebook e só tenho dado sinal de vida no Instagram.
Para além disso era suposto este post ser a continuação da série "Treinar em casa" com vídeos incluídos, mas parece que desta vez não foi a gripe que apanhou Rafael Gomes mas sim o contrário. 
Estive uns dias com febre, tosse, mal-estar geral e como tenho alguns problemas respiratórios, embora já não tenha febre, continuo com uma tosse bastante irritativa. Moral da história: há uma semana que não treino...
Se há alguma vantagem em estar doente é que se acaba por perder algum peso porque embora no meu caso não tenha perdido o apetite, perdi completamente o paladar, o que me tem tirado completamente o prazer de comer
Relativamente ao treino, eu tenho por hábito fazer duas ou três pausas por ano de cerca de uma semana porque sinto que é importante para a minha evolução, principalmente porque me permite recuperar o Sistema Nervoso Central q…