Avançar para o conteúdo principal

Spaghetti alla carbonara à Chef Gomes

    Olá Proteicos (obrigado meu amor pela ideia de nome para a família rica em proteína),
   
   Quem me acompanha nas redes sociais, nomeadamente na página do Facebook do Blog Rico em Proteína onde já somos 1234 e no Instagram, já sabe que eu esta semana fiz uma receita que adoro. Aviso já que esta não tem nada de fit mas se enquanto cozinham forem fazendo uns agachamentos e uma flexões não tem mal nenhum!

    Sempre gostei muito de carbonara e como também adoro cozinhar, há uns anos fiz uma pesquisa na internet à procura de receitas. Vi umas quantas, fui experimentando e depois de algumas tentativas posso dizer que descobri a formula ideal.

    Ingredientes para duas pessoas que comam bem, para 3 que não comam muito ou para 10 se 8 não gostarem:

    - Esparguete (da marca que vocês quiserem e de preferência dentro do prazo de validade);
    - 1 pacote de natas (para não se sentirem tão culpados, podem ser light);
    - 1 pacote de bacon daquele fatiado ou de outro ao vosso gosto (façam um minuto de silêncio pelo porco);
    - Sal q.b;
    - Pimenta preta q.b;
    - Noz moscada q.b;
    - Alho moído q.b;
    - Duas gemas de ovo de galinha (se tiverem de outro animal podem experimentar e dizer como ficou);
    - Orégão a gosto;
    - Queijo ralado (eu desta vez usei flamengo mas pode ser mozzarella, queijo da ilha ou outro a vosso gosto);
    

     Preparação:

  1. Corta-se o bacon em pequenos quadrados ou rectângulos (dependendo do jeito de cada um), coloca-se numa frigideira antiaderente e leva-se ao lume sem adicionar qualquer gordura até ficar tostadinho; 
  2. Põe-se água a aquecer num tacho suficientemente grande para depois misturar tudo no final. Quando a água estiver a ferver coloca-se sal a gosto (atenção que o bacon já tem algum sal pelo que não exagerem no esparguete para não ficar salgado) e o esparguete. Convém ir sempre acompanhando para que não coza demais, uma vez que deve ficar, reparem bem no termo técnico, al dente. Quando estiver cozido retira-se a água e reserva-se sem retirar do tacho;
  3. Coloca-se as natas numa taça e temperam-se com sal, pimenta preta, alho moído e noz moscada. Junta-se as gemas de ovo e mistura-se tudo muito bem misturado de maneira a que se perguntarem a alguém essa pessoa diga: - Ehh lá, está mesmo bem misturado!
  4. Junta-se o bacon ao esparguete e juntam-se também as natas temperadas. Liga-se o lume forte e mexe-se durante algum tempo de maneira a que fique tudo bem ligado mas sem deixar cozer as gemas;
  5. Coloca-se nos pratos e depois basta pôr por cima oregão e queijo ralado a gosto utilizando uma técnica conhecida por empratamento; 
    Et voilá!

    Como se está a aproximar o dia dos namorados aproveitem para preparar um jantar romântico para a vossa cara metade mas pratiquem antes para que continuem a ter cara metade.

    Partilhem com os vossos amigos quer o post quer o prato já feitinho que eles vão agradecer.

    Saudações proteicas! 


    

Comentários

  1. Acho que ia adorar este prato, pelo menos adoro esparguete à carbonara!!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/02/gamiss-wishlist-thinking-about-summer.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Com toda a imparcialidade posso dizer que o sabor ficou ainda melhor!

      Beijinhos.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Comprei uma SmartBand: prós e contras

Olá a todos,
    Durante os meus treinos de corrida já costumo utilizar uma aplicação de monitorização (Sports Tracker) que mede a distância por GPS, a velocidade média e instantânea e faz também uma estimativa da quantidade de calorias gastas entrando em linha de conta com o peso, idade e altura que definimos na aplicação. Para além disso, a aplicação também permite fazer a monitorização da frequência cardíaca desde que associada a uma banda cardíaca ligada ao Smartphone através de Bluetooth. 
   Por curiosidade e também para tentar fazer treinos mais produtivos pesquisei algumas alternativas para controlar a frequência cardíaca como relógios de desporto com e sem GPS integrado, bandas cardíacas Bluetooth para ligar ao Smartphone, Smart Watches e SmartBands tendo tirado as seguintes conclusões:
As bandas cardíacas com Bluetooth são o equipamento mais preciso para medir a frequência cardíaca durante o treino mas como têm que se colocar à volta do peito considero-as um pouco descon…

Para o infinito e mais além!

Para o infinito e mais além! Já dizia o grande filósofo Buzz Lightyear em Toy Story.

Não tenho treinado tanto quando deveria e gostaria mas, na tentativa de conciliar o meu programa de treino com a minha nova vida de empresário, hoje foi dia de pernas (100m de sprint, agachamentos e lunges num total de 4 séries).

Não parece muito difícil mas acreditem que dá para ter umas boas experiências de quase morte, daquelas em que vemos a nossa vida toda a passar à frente dos olhos e que nos fazem repensar bem o que queremos para nós. (Sei que neste momento os leitores que estavam a pensar começar a fazer exercício já desistiram porque a verdade é que deve ser bem melhor morrer deitado no sofá!).

Se forem da zona de Viseu ou se passarem por cá e quiserem experimentar digam alguma coisa!

A verdade é que para estar em forma não é preciso treinar muito mas é sem dúvida preciso treinar bem. Eu pessoalmente costumo fazer 3 ou 4 treinos por semana com duração que pode variar entre os 20 e os 40 minut…

Um update da minha vida!

Olá família proteica!

Não fiquem assustados porque não é nenhuma alma penada que está a escrever este post. Embora não dê notícias há algum tempo, ainda não faleci e encontro-me de boa saúde.

É só pedir!
Para quem não sabe, regressei à minha terra natal (Mangualde) no final de 2017, após 11 anos a morar em Lisboa, onde me licenciei em Medicina Nuclear e trabalhei na área da Banca durante cerca de 5 anos.

Para quem tem curiosidade em perceber melhor esta mudança repentina basta ler o post no link.

Se mudar pequenas coisas já custa, mudar completamente de vida custa ainda mais, mesmo que seja para melhor.

Sempre tive o sonho que criar o meu próprio emprego e poder um dia dar emprego a outras pessoas mas era uma ideia que estava apenas na minha cabeça de forma muito pouco concreta.

Assim que regressei comecei a procurar emprego aqui na zona de Mangualde, Viseu e arredores sempre com a ideia de que não voltaria a trabalhar em algo que me fizesse mal como me fez trabalhar durante 5 anos em …